Busca | Cadastre-se | Como Anunciar 
   
 CLASSIFICADOS
  
 Neg. & Oport.
   Empresas
   Equipamentos
   Serviços
   Outros
  
 Vagas
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Candidatos
   Banho&Tosa
   Veterinária
   Comerc/Vendas
   Adm
   Canil/Pass/Hot
   Motorista
   Outros
  
 Cursos
  
 Vendo
  
  
 GUIA EMPRESAS
 Adestradores
 Aquários
 Associações
 Atacadistas
 Aviculturas
 Banho e Tosa
 Canis
 Clínicas
 Consultorias
 Criadores
   Aves
   Roedores
   Reptil/Anfíbio
   Primatas
 Distribuidores
 DogSitter
 Entidades
 Fabricantes
 Gatis
 Hotéis
 Informática
 Laboratórios
 Padarias
 Passeadores
 PetShops
 Rações
 Representantes
 Serviços
 TaxiDog
  
 Lançamentos
 Reportagens
 Consultoria
 Dicas
 Veterinários
 Eventos
 Legislação
  
 Fórum
 Agility
 Raças
 Meu amigo Pet
 Pássaros
  
 PROMOÇÕES
 Busca
 Cadastre-se
 Como Anunciar
 Contato
  

   

Pointer Inglês

O Pointer Inglês é um dos mais populares cães de caça no mundo. Na Itália e na Espanha onde a caça é um esporte muito comum, está há anos entre as dez raças mais populares. No Brasil, apesar de a caça estar restrita a poucas reservas e ao Estado do Rio Grande do Sul, é também conhecido como Perdigueiro.

Sua origem se perde no tempo, mas o desenvolvimento da raça como conhecemos hoje se deu graças ao trabalho de seleção dos criadores ingleses, que apresentaram esses cães em exposições pela primeira vez em 1859.

Função original do Pointer é justamente a de encontrar a presa e 'apontá-la' (to point) para o caçador. Para desempenhar bem essa atividade, o Pointer possui um faro excepcional, e apresenta extrema agilidade e grande força física que lhe permite percorrer grandes distâncias até encontrar a caça.

Temperamento

Em razão de sua principal função - a caça em estreita sintonia com o caçador - o Pointer é também um excelente cão de companhia, especialmente por aqueles que não querem um cão que o siga como uma sombra, uma conseqüência da seleção realizada pelos primeiros criadores que procuravam um cão que, durante as caçadas pudesse tomar por si próprios decisões acerca da direção a seguir. Assim, pode-se dizer que o Pointer tem uma personalidade bastante independente, apesar de serem extremamente atentos à movimentação ao seu redor, característica que ajuda muito no adestramento de obediência e no treino específico para a caça.

Muito meigo, ativo e extremamente ágil, conquista admiradores com a maior facilidade e muitos proprietários, apaixonados pela raça, fazem questão de tê-los por perto, mesmo em ambientes considerados pequenos para sua vitalidade. Apesar de se adaptarem a espaços reduzidos e até a apartamentos, é fundamental que, para garantir um bom desenvolvimento do cão (física e mentalmente) ele deve poder gastar sua enorme energia, e portanto, os passeios diários e muito exercício são fundamentais. Uma boa opção é treinar os Pointers para a prática do agility, esporte no qual se destacam pela velocidade.

O Pointer é alegre e muito resistente. Enfrenta bem todo tipo de brincadeira e é extremamente tolerante com as crianças, com quem pode brincar durante horas sem cansar. Muito afável e companheiro, costuma relacionar-se bem até mesmo estranhos sendo, portanto, inadequado para a função de guarda.

Seu pêlo curto também é uma característica que facilita sua higiene e limpeza uma vez que não retém muita sujeira nem tem cheiro forte. A manutenção adequada necessita apenas de escovações semanais, que ajudem na remoção dos pelos mortos. Sua pelagem é bastante macia e fina.

Ainda quanto à pelagem, os pointers uma grande variedade de cores e combinações, mas os mais comuns são os bi-colores, onde deve predominar o branco com manchas laranja, limão, preto ou fígado. Pointers tricolores e uma cor só também são permitidos.

O Filhote

Desde muito cedo o filhote já demonstra todas as características do cão adulto, estando sempre pronto para a ação e para a brincadeira. É bastante recomendado que o futuro proprietário tenha tempo e disposição para educar o filhote desde cedo.

Uma boa dica para quem pretende ter um Pointer como cão de companhia é procurar adquirir filhotes cujas linhagens tenham sido desenvolvidas com ênfase às exposições o que pode originar filhotes relativamente mais calmos.

A escolha de um bom filhote deve levar em conta também seu aspecto físico. Um bom filhote deve ter o formato do corpo quadrado e com um stop (linha que forma o perfil do focinho) bem marcado, que é uma das características marcantes da raça.

Saúde

O Pointer é um cão rústico que não inspira maiores preocupações e nem tem tendências genéticas a desenvolver problemas como outras raças. No entanto, deve-se tomar especial atenção aos cuidados preventivos de olhos e ouvido. É comum o aparecimento de entrópio - quando as bordas das pálpebras são viradas para dentro. Por causa do formato das orelhas, que pendem fechando o canal auditivo, os proprietários devem fazer limpezas constantes nos ouvidos, minimizando as chances dos cães desenvolverem otite. Outra problema frequente e que pode ser facilmente resolvido é a formação de calosidades, provocadas na maior parte das vezes pelo atrito constante com chão duro e pela pouca proteção oferecida por sua pelagem. Os calos podem ser facilmente evitados fazendo com que o cão não durma em superfícies ásperas e/ou duras.

Para aqueles cães que não dispõem de espaço para que se exercitem à vontade, deve-se tomar precauções a fim de evitar o excesso de peso, que compromete a silhueta do cão e sua saúde.



Esta página é de responsabilidade de
Daniel Breim
Proprietário do CANIL O'BREIM
Tel.: (011)493-5836
breimdaniel@aol.com
http://www.mmarte.com.br/danielbreim